Tudo Sobre Bolos e Doces de Festa Infantil

Introdução

Neste artigo,  procuramos responder as seguintes dúvidas sobre bolos e doces de festas infantis:

  • Quais os tipos de bolo mais comuns em festas infantis?

  • Onde posso encontrar receitas de bolo e de docinhos?

  • Como posso calcular o tamanho do bolo e a quantidade de doces?

  • Quais os tipos mais comuns de docinhos nas festas infantis atuais?

  • Vale à pena encomendar ou fazer em casa?

Quais os tipos de bolo mais comuns em festas infantis?

Nas festas infantis, nem todo bolo é real. Atualmente, é muito comum o uso dos chamados bolos cenográficos ou bolos fake, que são bolos falsos utilizados apenas para decorar a mesa principal da festa. Feitos de biscuit, pasta americana especial ou porcelana fria , estes bolos podem ser alugados na data da festa. Por não serem bolos reais, os bolos cenográficos podem ter vários andares e detalhes sem correrem o risco de desmoronar. Além disto, eles podem ficar expostos a condições ambientes durante toda a duração da festa sem que haja a preocupação com o calor, poeira ou qualquer outra adversidade. É bom para o bolso, já que um bolo real com decoração similar à de um bolo cenográfico acaba sendo muito mais custoso; e é bom para o paladar, uma vez que que, durante a maior parte da festa, o bolo real, a ser consumido pelos convidados, pode ser conservado na cozinha a uma temperatura adequada e protegido de fatores do ambiente.

Um bolo real também pode ser decorado com pasta americana. Existem inúmeras designers de bolo que fazem trabalhos incríveis. Estes bolos podem ser cortados logo após o Parabéns na frente dos convidados. Entretanto, por serem muito trabalhosos de se fazer e feitos para uma única ocasião, os preços destes bolos costumam ser altos.

Ao elaborar um bolo, é preciso escolher o sabor da massa e do recheio.

Os sabores mais comuns de recheios de bolo são: doce de leite, creme de nozes, creme de amêndoas, doce de coco, doce de leite, brigadeiro trufado, pure de ameixa preta.

Já os sabores mais comuns de massas são: chocolate, coco, nozes, laranja, neutra, e maracujá.

Além dos tradicionais bolos de pasta americana, existem também as seguintes opções de bolos:

  • Bolo de festa simples:

    São bolos tradicionais, com recheio e cobertura, porém sem decoração com pasta americana 

  • Bolo com papel arroz:

    Coberto com chantilly e papel arroz, no qual são impressas imagens com corantes comestíveis. O papel arroz possui desenhos que podem ser de personagens ou personalizados com uma foto.

  • Bolo Naked:

    São bolos sem cobertura, enfeitados com frutas. Levam pouco creme e açucar.

Onde posso encontrar receitas de bolo e de docinhos?

No passado, para se encontrar uma receita era preciso consultar os livros de receitas da familia e de amigos. Atualmente, entretanto, existem diversas fontes de informação na Internet com receitas de bolo e docinhos para festas infantis. Convidamos você a navegar pela categoria de bolos e doces do Festorama, onde apresentamos algumas das principais fonte de receitas de bolos e doces disponíveis na Internet. 

Como posso calcular o tamanho do bolo?

Uma forma muito comum de se estimar o tamanho que o bolo da sua festa deve ter  é  multiplicar o número de convidados pelo tamanho da fatia. Como regra geral, costumamos considerar que cada fatia de adulto tem 100g. Assim, se a quantidade de convidados adultos for 50 e cada convidado comer uma fatia, você precisará de um bolo de 50 x 100g = 5Kg. No caso de crianças menores de 12 anos, pode-se considerar uma fatia de 30g. Para crianças maiores de 12 anos, o tamanho da fatia pode ser igual ao da fatia de um adulto, isto é, 100g. 

Quais os tipos mais comuns de docinhos nas festas infantis?

Atualmente, a lista de tipos de docinhos para festas infantis é bastante extensa. A seguir identificamos alguns dos tipos mais comuns de doces:

Provavelmente, você já conhece (e experimentou) os docinhos tradicionais de aniversário infantil. São eles o brigadeiro, o  cajuzinho, o bicho de pé (brigadeiro rosa feito com gelatina), o beijinho, o casadinho, o camafeu de nozes e o olho de sogra.

Mais recentemente, tornaram-se comuns também em festas infantis os seguintes tipos de doces:

  • Docinhos decorados com pasta americana:

    Ex: docinhos decorados no tema da festa representando os personagens;

  • Docinhos finos:

    São docinhos com uma decoração mais delicada ou feitos com ingredientes diferenciado 

  • Cupcake:

    Estes bolinhos individuais conquistaram o mundo e, mais recentemente, o Brasil. E, festas infantis. por serem maiores que os docinhos tradicionais, permitem decorações bastante detalhadas. Aliás, é cada vez mais comum o uso de cupcakes como elementos essenciais da decoração da mesa de aniversário

  • Cake Pop:

    É um bolinho no palito, lembrando um pirulito. São menores que os bolinhos dos cupcakes.

  • Push Pop Cake:

    É um bolinho servido em um tubinho quem lembra uma seringa. À medida que um êmbolo na base do tubinho é pressionado, o bolinho sai do tubinho.

  • Biscoitos Decorados:

    São biscoitos assados,  feitos com massa caseira macia e que recebem uma cobertura decorativa. Muito comuns em outros países, aos poucos têm marcado presença em festas no Brasil.

  • Macarons:

    Espécie de bolachinha francesa com casquinha crocante e recheio em vários sabores. Por serem coloridos, podem dar vida à decoração da mesa do bolo, além, é claro, de serem deliciosos

  • Pipocas:

    Nas festas infantis, as pipocas normalmente são coloridas. Em alguns casos, pirulitos feitos de pipoca são utilizados para enfeitar a mesa principal

  • Mini-churros:

    Normalmente recebem recheio de doce de leite, mas também podem ser recheados com chocolate ou goiabada.

  • Canudinhos:

    Normalmente são recheados com doce de leite ou doce de coco.

Vale à pena encomendar ou fazer em casa?

A decisão de fazer em casa ou encomendar depende de alguns fatores. Se você dispõe de tempo para trabalhar nos doces, fazer em casa pode ser uma boa idéia. Não só porque você economizará, mas também porque você poderá fazer tudo do seu jeito. Se você pretende apenas fazer um bolo e alguns docinhos para poucos convidados, o trabalho não será tão grande e você provavelmente conseguirá fazer tudo sozinha. Entretanto, se você quer oferecer uma diversidade maior de docinhos para um número grande de convidados, certamente precisará de ajuda.

É claro que não podemos nos esquecer da sua aptidão e do seu gosto para trabalhar na cozinha. Se você tem prática na cozinha, provavelmente precisará de menos tempo para fazer o trabalho.

Outro fator a ser considerado é o envolvimento das crianças com a festa. A partir dos 4 ou 5 anos, preparar a festa junto com elas pode ser uma experiência tão interessante quanto a festa em si. Além da diversão, os pequenos começam a criar uma expectativa em relação à festa, o que a tornará ainda mais importante para eles.

Uma alternativa para quem dispõe de um certo tempo, mas tem receio de que este não será  suficiente para todos os preparativos, uma alternativa interessante é encomendar parte dos doces e fazer a outra parte em casa. Você pode, por exemplo, encomendar alguns doces mais trabalhados para decorar a mesa de aniversário e fazer os demais doces em casa mesmo. Em relação ao bolo, você pode alugar um bolo cenográfico para não ter que se preocupar com a decoração do bolo que será servido na festa.

É importante lembrar que a decisão de fazer em casa ou contratar não se restringe apenas ao bolo e docinhos. Esta decisão se estende para outras categorias, como os salgados, a decoração, as lembrancinhas, as convites, etc. Então, antes de tomar uma decisão, procure avaliar o que o seu tempo e dinheiro permitem fazer considerando todas estas categorias. Você pode chegar à conclusão, por exemplo, de que vale à pena fazer os doces em casa e contratar empresas ou artesãs para trabalhar nos demais itens da sua festa.  

 

Compartilhe esta página

Deixe um comentário